RECEITAS VEGANAS



  • Bolo de chocolate vegano
Ingredientes:
• 2 xícaras de farinha de trigo;
1 xícara de açúcar;
1/2 xícara de óleo;
1 e 1/2 xícara de água morna;
2 colheres de cacau em pó;
1 colher de fermento.
  
Ligue o forno no mínimo. Numa bacia, misture os ingredientes secos e depois o óleo, e aos poucos a agua morna (se quiser adicione avelãs, castanhas, uvas passas ou nozes moídas), por último, 1 colher de fermento. A consistência da massa deve estar cremosa, mas quando voce virar a bacia, a massa deve acompanhar o movimento, ou seja, massa nem muito consistente nem liquida demais. Asse até sentir cheirinho de coisa boa!

Cobertura:
1 xícara de açúcar
1 xícara de extrato de soja
1 xícara de água
2 colheres de cacau em pó
opcionais: 2 gotinhas de essência de baunilha, 1 colher de margarina vegana.
  
Bata os ingredientes no liquidificador por 2 minutinhos, vai virar leite condensado. Leve ao fogo baixo mexendo sem parar até ficar cremoso.




  • Brigadeiro / Beijinho vegano
Ingredientes:
1 xícara de extrato de soja em pó
1 xícara de açúcar
1 xícara de água
2 colheres de cacau, se for fazer brigadeiro; ou meia xícara de coco ralado, se for fazer beijinho
opcionais: extrato de baunilha, margarina 100% vegetal
  
Leve todos os ingredientes numa panelinha em fogo médio, mexa sem parar. O ponto de brigadeiro é quando no fundo da panela a mistura começa a desprender - conte 1 minuto, continuando a mexer, em seguida transfira a mistura para um prato para esfriar melhor. Pronto! Agora é só enrolar. Eu nem enrolo com as mãos, pego uma colherzinha da mistura e passo no chocolate granulado ou no coco ralado. Assim, envolto nos granulados, fica mais fácil fazer o formato de bolinha.




  • Churrasquinho vegano
 Ingredientes:
2 xícaras de proteína de soja grande (ou bife de glúten em cubos)
2 abobrinhas
2 pimentões vermelhos
2 xícaras de cebolas pequenas ou 2 cebolas cortadas em cubos
limão, alho, sal a gosto
espetinhos para churrasquinho
opcionais: abacaxi ou outro legume ou fruta de sua preferência.
  
Hidrate a proteína de soja em água morna por 15 minutos. Enquanto isso, pique os ingredientes em cubos. Faça um caldo com limão, sal, alho moído e outro tempero que preferir. Você pode bater no liquidificador azeite, salsinha, coentro e demais temperos. Aproximadamente 1 xícara de caldo é suficiente. Escorra a proteína de soja e coloque-a numa bacia com os demais ingredientes picados, regue com o caldo e deixe de molho por uma noite se puder, se não, pelo menos alguns minutos. Quanto mais tempo de molho, melhor, para a pvt absorver o tempero. Depois é só montar os espetinhos e assar, pode ser no forno convencional mesmo, fica uma delícia!




  • Cookies integrais
Ingredientes:
4 xícaras de farinha de trigo integral
2 xícaras de açúcar mascavo
1/2 xícara de óleo vegetal
1 colherinha de sal
1/2 xícara de água
1 colher de fermento químico
Opcionais: chocolate picado, coco ralado, uvas passas, aveia, castanha de caju etc.
  
Misture todos os ingredientes. Leve a massa para gelar antes de assar, já em formato de rolo. Depois de congelada, corte em fatias de 1 cm. Tempo no forno: 10 min ou menos, assim que dourar a parte de baixo do biscoito. Mesmo que ainda esteja mole, pode retirar do forno se estiver dourado embaixo, pois o biscoitinho fica duro assim que esfria. Delícia!




  • Cupcakes veganos de laranja
Ingredientes
1 xícara de farinha de trigo
meia xícara de açúcar
1/4 xícara de óleo
raspas de 2 laranjas
meia xícara de suco de laranja levemente morno
1 colher de fermento para bolo
  
Misture a farinha de trigo, açúcar, óleo, raspas de laranja. Adicione o suco de laranja morninho aos poucos, a consistência da massa deve ser cremosa. Acenda o forno no mínimo. Ajeite as forminhas para cupcakes. Misture o fermento à massa, despeje-a delicadamente nas forminhas (encha até meio centímetro abaixo da altura da forminha) e leve ao forno, sempre na prateleira mais alta para não queimar, até sentir um cheirinho bom, aproximadamente 15 minutos, dependendo do forno. Rende 8 cupcakes. Você pode usar outras frutas, como na foto: cupcakes de framboesa e chocolate.

Cobertura:
meia xícara de açúcar
1/4 de xícara de leite de soja ou outro leite vegetal, ou água
  
Leve ao fogo numa panelinha e deixe ferver por 1 minuto ou 2. Cubra delicadamente os cupcakes e enfeite jogando raspas de laranja ou açúcar de confeiteiro (açúcar refinado batido no liquidificador) por cima, imediatamente após cobrir com glacê.




  • Cuscuz vegano
 Ingredientes:
4 xícaras de farinha de milho
4 xícaras de água
2 tomates picados
1 pimentão vermelho picadinho
1 pimentão verde picadinho
1 cebola picadinha
1 xícara de palmito picadinho
meia xícara de azeitonas verdes ou pretas
meia xícara de ervilhas ou milho
salsinha picadinha a gosto, sal a gosto, alho, pimentinha ou molho de pimenta a gosto
  
Refogue os pimentões, cebola e alho em óleo vegetal ou azeite-de-dendê até dourar, em seguida adicione os tomates, palmito, azeitonas, ervilhas, pimentinha, misture tudo e refogue mais um pouquinho; adicione a farinha de milho, sal e água, mexa bem até formar uma mistura homogênea. Deixe esfriando. Numa fôrma de anel, coloque alguns ingredientes no fundo, tipo fatias de tomate, tirinhas de pimentão, rodelas de palmito, azeitonas etc, para ficar bonito quando desenformar. Agora pegue a mistura e aperte bem na fôrma. Desenforme na hora de servir.




  • Empanando sem ovos
Ingredientes:
• 1/2 xícara de farinha de trigo numa tigela
• acrescente água aos pouquinhos até virar um creme, vá batendo com um garfo. Pode colocar sal, orégano, pimenta-do-reino nessa hora, se quiser.

Molhe o que quiser nesse creme, depois passe em pão batido no liquidificador, depois é só fritar! Fica crocante e levinho, perfeito para: coxinhas, hamburgers, nuggets...





  • Estrogonofe vegano fácil
Ingredientes:
1/2 litro de molho de tomates fino
2 xícaras de proteína de soja hidratada e escorrida ou bife de glúten cortado em tirinhas
1 xícara de cogumelos champinhon fatiados em lâminas
1 xícara de leite de coco ou aveia, bem forte
1 cebola picadinha
tempero: pimenta-do-reino a gosto
1 xícara de conhaque (opcional)

Frite a cebola picadinha no óleo, juntando a proteína de soja ou glúten até dourar bem. Se desejar, flambe a proteína ou glúten: regue a pvt com conhaque, vire rapidamente a panela um pouco de lado para pegar fogo - a chama vai durar uns instantes, suficiente para dar cor e aroma à pvt. Outra opção: assar a pvt hidratada e escorrida e cortada ao meio por 5 minutos, fica muito bom! Depois de pronta a "carne", junte o molho de tomates já encorpado e os cogumelos. Verifique o sal e adicione pimenta-do-reino a gosto. Adicione o leite de coco ou de aveia e pronto! Sirva com arroz integral, batatas palito assadas e salada verde crua.




  • Feijoada vegana
Ingredientes:
2 xícaras de feijão preto ou azuki
1 xícara de proteína de soja graúda hidratada e escorrida ou glúten picadinho
1 pimentão vermelho em cubinhos
1/2 nabo em cubinhos
1 cenoura picadinha
1/2 berinjela picadinha
1/2 coco seco picadinho e frito em óleo vegetal
1 canela em pau
1/2 colher de pimenta calabresa desidratada a gosto
  
Coloque todos os ingredientes na panela de pressão e cubra com água até uns 2 dedos, aproximadamente. Depois que começar a apitar, abaixe o fogo e deixe por 45 minutos. Enquanto isso, frite 1/2 cabeça de alho picadinho em azeite de dendê ou outro óleo numa panela grande, na qual você adicionará a feijoada. Depois do tempo estimado, abra a tampa, veja se os feijões estão tenros (macios), e jogue o conteúdo naquela panela grande e deixe em fogo médio para apurar o caldo por aproximadamente 10 minutos, com a tampa aberta. Você perceberá se está no ponto quando o caldo estiver grosso, suculento. Vá mexendo de vez em quando com uma concha e se quiser, pode espremer um pouco do próprio feijão no canto da panela. Verifique o sal e se desejar, pode completar com outros temperos como cominho (só uma pitadinha).




  • Gelatina de ágar-ágar
Ingredientes:
1 litro de suco de frutas
2 colheres de açúcar
2 colheres de ágar-ágar
1 xícara de frutas que preferir: morangos, abacaxi picadinho, kiwi...
  
Leve o suco ao fogo com o açúcar. Assim que começar a ferver, coloque o ágar-ágar, continue mexendo por 5 minutos. Retire do fogo, junte as frutas e coloque em fôrmas para esfriar. Não precisa levar à geladeira, solidifica em temperatura ambiente.




  • Glúten / Seitan
 Ingredientes:
1 xícara de glúten em pó (não é a farinha de glúten, tem de ser glúten puro)
1 xícara de água
1 colher de farinha de trigo refinada
  
Modo de fazer: misture a farinha de trigo no glúten, adicione a água, misture até formar uma bola que nem chiclete. Em seguida coloque-a numa panela, cubra com água e leve para ferver aproximadamente por 15-20 minutos no fogo baixo. Pode virar a bola na metade do tempo, se desejar. Eu não costumo colocar temperos quando misturo a água no glúten, porque a bola não fica tão compacta. Mas no glúten da foto eu misturei azeitonas fatiadas e fiz um assado, coloquei numa assadeira o glúten com bastante calda de frutas, ameixas e pêssegos. Fui fatiando o glúten para a calda penetrar e ficar mais saboroso.




  • Hamburger de legumes / vegburger
Ingredientes:
1 batata cozida;
1 cenoura;
1 abobrinha;
temperos a gosto: sal, salsinha, orégano, cúrcuma, azeitonas picadas.

Rale a cenoura e a abobrinha, amasse a batata e misture com os temperos e azeitonas. Polvilhe farinha de mandioca e misture novamente; se precisar, polvilhe também farinha de trigo (verifique a umidade dos legumes). Molde em formato de hamburger e empane no gérmen de trigo ou farinha de rôsca. Pode fritar, grelhar ou assar!




  • Hamburger vegano de proteína de soja
Ingredientes:
1 xícara de proteína de soja;
legumes a gosto: cenoura, abobrinha, batata;
sal e temperos a gosto: orégano, curry, cominho, limão.

Coloque a proteína de soja na água. Enquanto isso vá ralando os legumes e coloque sal e temperos. Esprema bem a PVT no escorredor de macarrão. Numa bacia junte tudo e polvilhe farinha de mandioca, misturando bem. Agora polvilhe farinha de trigo e dê uma segunda misturada. Tente moldar em formato de hamburger; se não der, polvilhe novamente com farinha de mandioca, misture bem e tente de novo. Agora é só fritar, assar ou grelhar!




  • Leite vegano sem lactose
Ingredientes:
um copo de água;
um punhadinho de grãos a gosto: castanhas do-pará ou de caju, amendoim, gergelim, nozes, avelãs...

Bata bem no liquidificador, coe e adoce apenas se quiser. Dica para coar o leite: saquinho para lavar roupas delicadas em máquina de lavar, compre um apenas para essa finalidade. Ou então meio metro de voal.   Sirva gelado ou quente, puro, com café ou chá, ou ainda batido com frutas: morangos, banana, pera, mamão... Importante: não ferva o leite vegetal, ele coagula. Vantagens: não causa reações alérgicas, é um leite encorpado, cremoso, riquíssimo em vitaminas e você pode ter um leite fresquinho a qualquer hora! (na foto acompanhando um delicioso bolinho de banana e canela)




  • Macarrão fácil sem ovos com molho caseiro
Ingredientes:
1/2 pacote de macarrão (pode ser parafuso ou outro de sua preferência)
6 tomates maduros
1 pimentão verde ou 1 brócolis picadinhos
alho e sal a gosto
1 pitadinha de pimenta calabresa desidratada
opcional: 1/2 xícara de castanhas-do-pará batida no liquidificador para polvilhar

Pegue 4 tomates inteiros e ferva até começarem a desmanchar. Em seguida, bata-os liquidificador com um pouquinho de água. Numa panela, refogue no óleo 2 dentes de alho e 2 tomates picados, junte o molho batido no liquidificador e deixe apurar o caldo por 15 a 20 minutos. Enquanto isso, ferva água para o macarrão e cozinhe conforme o tempo descrito na embalagem. Em outra panelinha, refogue o alho restante com o legume escolhido até dourar. Depois de escorrido o macarrão, adicione o pimentão ou brócolis, misture bem, e despeje o molho de tomates por cima, fica uma delícia! Na foto com linguiça 100% vegetal calabresa, polvilhado com gergelim.




  • Macarão oriental vegano
Ingredientes:
1 pacote de macarrão de feijão ou arroz
1 xícara de cogumelos shitake
1 cenoura crua ralada ou 1/2 xícara de brócolis picado fininho
óleo de gergelim para fritar
  
Pique os cogumelos em tirinhas, refogue em óleo de gergelim. Ferva o macarrão em água quente por alguns instantes, escorra-o depois que estiver macio, dê uma lavada em água fria para não grudar. Numa panela maior, ponha óleo de gergelim e dê uma fritada no macarrão, juntando os demais ingredientes. Sirva com salada crua verde.




  • Maionese de legumes sem ovos
Ingredientes:
uma batata média cozida;
uma cenoura pequena cozida;
um terço de xícara de água ou leite vegetal;
meia colher de sal;
meio copo de óleo vegetal

No liquidificador, coloque a batata, cenoura, água, sal, e ligue o aparelho. Mantendo ligado, vá adicionando um fio de óleo até dar o ponto desejado da maionese. Guarde em vidro fechado na geladeira. Dica de receita: junte legumes variados cozidos e picados como batata, cenoura, vagem, adicione tomate fresco e salsinha picadinhos, e também um refogado de cebola e alho. Misture tudo e decore a gosto.




  • Manjar de coco com calda de ameixa
 Ingredientes:
1/2 litro de leite de soja ou leite caseiro de castanhas (receita do leite nesta página)
1/2 litro de leite de coco (para fazer caseiro: bata no liquidificador meio litro de água morna com pedaços de coco seco, 1/3 do coco é suficiente, ou 300g. de coco ralado, coe e está pronto o leite de coco caseiro, delicioso, fresquinho e natural)
1 copo de coco ralado
1 copo de açúcar
1 copo de amido de milho
   
Dissolva o amido de milho no leite, leve tudo numa panelinha ao fogo, mexa sempre até engrossar, depois que começar a engrossar, continue mexendo por mais 1 minuto. Para esfriar na hora, ponha essa panelinha em outro recipiente maior com água gelada, mexa de vez em quando para não formar película em cima; vá adicionando gelo à água quando necessário.
   
Calda: bata no liquidificador 4 ameixas com 1 copo de água, despeje numa forma, coloque a mistura do manjar por cima, leve à geladeira para gelar. Sirva desenformado e decorado com ameixas.




  • Massa de pizza integral da Erika
Ingredientes:
1 copo de água
1 colher e 1/2 de açúcar
2 colheres e 1/2 de fermento para pão
2 colheres de óleo
3 copos de farinha de trigo integral
1 colher de sal

Adicione o fermento à farinha e deixe descansar por 10 minutos. Após, adicione os ingredientes restantes e sove por 10 minutos. Deixe descansar por 10 minutos. Sove por 1 minuto e estique em formato de disco de pizza. Fazendo esse processo com paciência, a massa ficará bem levinha e crocante.




  • Musse de maracujá
Ingredientes:
• 1 caixinha de creme de leite de soja
• a mesma medida de leite condensado de soja
• polpa de 2 maracujás
• gotas de extrato ou essência de baunilha

Bater tudo no liquidificador, levar à geladeira por algumas horas, até ficar encorpado. Rende 4 tacinhas.



  • Nuggets ou bolinhos veganos
Para fazer esses bolinhos fritos ou assados, você pode usar:
1 batata e 1 cenoura cozidas; ou
1 xícara de brócolis picadinho ou moído no liquidificador; ou
1 xícara de massa de soja (okara), aquele resíduo que fica na peneira quando fazemos o leite de soja com o grão, ou ainda arroz ou feijão cozido e amassado.

Temperos:
1 cebola picadinha, alho moído a gosto, salsinha picadinha, pimenta-do-reino em pó, cominho, sal a gosto.
 • você vai precisar também de meia xícara de farinha de trigo para dar liga. Pode usar farinha de mandioca também. 

Basta misturar os ingredientes, dar o formato desejado - nuggets ou croquetes - e fritar ou levar para assar.




  • Pão-sem-queijo da Vanessa Vegan
Ingredientes:
3 batatas em purê;
300 g. de polvilho azedo;
1/2 copo de óleo;
1/2 copo de água morna;
1 colher de sal.

Misturar tudo e fazer pequenas bolinhas. Dispor as bolinhas na fôrma de modo a não grudarem umas nas outras. Assar em forno médio por aproximadamente 10 minutos; não precisa untar a fôrma. Delícia!




  • Pão de fôrma vegano
Ingredientes:
500g. de farinha de trigo
1 colher de fermento biológico para pão
1 colher pequena de sal
2 colheres de açúcar
1/4 xícara de óleo
250ml. de água morna (mais para fria)
  
Misture o fermento à farinha, juntamente com o sal e o açúcar. Adicione óleo e água, a massa deve ficar pegajosa. Sove um pouco, caso fique difícil por estar grudenta, passe óleo nas mãos. Você pode adicionar sementes de linhaça, gergelim, aveia ou outras. Unte com óleo 2 assadeiras para pão de fôrma, divida a massa em 2 e coloque nas fôrmas. Espere crescer, aproximadamente 1 ou 2 horas, dependendo do clima. Depois é só assar em forno médio por 20 minutos, até sentir cheirinho de pão. Para saber se está no ponto, dê uma batidinha no fundo da fôrma, se ouvir um som oco, é porque está bom, pode retirar do forno. Bom apetite!




  • Pão vegano
Ingredientes:
800 gramas de farinha de trigo, pode ser metade integral e metade refinada
1 sache de fermento biológico tipo Fermix
1 colher de sal, 1 colher de açúcar
1 fio de óleo
água morna

Misture o fermento Fermix a farinha de trigo, sal e açúcar. Adicione o fio de óleo e aos poucos a água morna, atá dar ponto de uma massa moldável. A massa tem de ficar boa de se trabalhar. Não precisa sovar muito. Agora use sua criatividade, você pode rechear, adicionar grãos diversos como aveia, linhaça, etc. Na foto: fiz enroladinho de mortadela vegana e esfirra de espinafre. Ah! Antes de assar, deixe descansando em local fechado e sem passagem de ar por 1/2 hora, a massa tem de crescer antes de ir ao forno.




  • Pastéis assados da Edneia - samosas ou esfirras
Ingredientes:
1 kg de farinha integral;
2 pacotinhos ou sachês de fermento de pão (tipo fermix);
600 ml de água morna;
200 ml de óleo;
sal a gosto.

Misture tudo numa bacia, cubra com pano e espere crescer. Enquanto isso vá preparando o recheio que quiser. Na hora de modelar em formato de esfirras ou pastéis, pode-se grudar gergelim ou aveia na massa. Feche muito bem as pontas com um garfo. Asse em forno quente.




  • Pastel de feira vegano
 Ingredientes:
1 rolo de massa de pastel (cheque atentamente o rótulo, não deve conter banha animal, ovos etc)
recheio de sua preferência:
  
Recheio de palmito: 1 lata de palmito picadinho, 1 cebola picadinha, meio ramo de salsinha. Numa panelinha, refogue a cebola picadinha em óleo ou azeite, junte o palmito e a salsinha, sal a gosto e pimenta-do-reino se desejar. Tem gente que gosta de colocar 1 colher de amido de milho (maisena) e meia xícara de água para ficar cremoso.
 
Recheio de proteína de soja: 1 xícara de proteína de soja pequena escura, 1 cebola picadinha, 1 tomate picadinho, salsinha. Numa panelinha, refogue a cebola , junte a pvt e deixe dourar. Coloque o tomate, salsinha, sal a gosto e temperos como cominho, caso goste. Pingue gotas de limão. Fica que nem "carne moída".

  
Pegue o rolo da massa de pastel, corte aproximadamente 1 palmo de massa, vai ficar um retângulo comprido, coloque o recheio escolhido e feche as bordas com um garfo, pressionando bem para não abrir na hora da fritura. Depois de todos prontos, coloque 2 dedos de óleo numa panela ou frigideira, espere ficar quente e cuidadosamente ponha um pastel; assim que colocar, com a ajuda de uma colher, banhe o lado de cima do pastel com óleo quente para formar bolhas, vire imediatamente, pois frita muito rápido, retire e deixe escorrendo num prato com papel-toalha, em seguida já ponha outro pastel para fritar. Use sua imaginação, todos os recheios ficam gostosos, porque pastel de feira sempre é bom!




  • Pavê de chocolate vegan da Carmen Penha
Ingredientes:
Bolacha maisena 100% vegetal 1 pacote (Marilan)
Leite de soja 1 litro
Cacau em Pó 2 colh.
Açúcar demerara 1 ½ xíc.
Maisena 5 colh. Sopa rasas
Suco (sua preferência) 250 ml
Chocolate meio amargo 1 xíc.
Opcionais: 1 colh. sopa de Nescafé
1 cálice de rum ou licor de sua preferência

Dissolva maisena e cacau em um pouco do leite de soja. Numa panela coloque, nessa ordem:
restante do leite
chocolate picado
açúcar
maisena e cacau

Em fogo baixo, mexa até ficar cremoso. Deixe esfriar um pouco. Em forma refratária arrume camadas de creme e bolacha embebida no suco. Enfeite com lasquinhas de chocolate meio amargo ou castanha de caju.




    pvt ao molho madeira e lasanha
  • Proteína de soja - Carmen Penha
Preparo de 1 xícara desidratada: deixar de molho em água quente por 20 minutos. Aperte na água e escorra. Enxágue mais algumas vezes. Por último aperte fora da água para secar. Marinar por ½ hora no seguinte tempero:

Shoyu 4 colh sopa
Açúcar ½ colh chá
Extrato de Tomate 1 colh cha
Óleo ou azeite 2 colh sopa
Sal pitada

A proteína assim preparada pode ser utilizada em qualquer prato como quibe, strogonoff, frango xadrez, bolognesa, etc.
Outros nomes da proteína de soja: carne vegetal, carne de soja, proteína vegetal texturizada, pvt.




    queijo ralado na lasanha
  • Queijo ralado
Ingredientes:
2 xícaras de chá de castanhas (amêndoas, castanhas de caju, castanhas do pará, ou misture todas elas)
2 colheres de chá de levedo de cerveja
sal a gosto

Coloque as castanhas, o levedo e o sal do processador e, utilizando a função pulsar, bata até que fique em pedacinhos (não em pó). Guarde na geladeira e utilize em massas e gratinados em geral.




  • Quibe de proteína de soja
Ingredientes:
2 xícaras de triguilho - trigo para quibe
1 xícara de proteína de soja fina
2 cebolas bem picadinhas
1 cabeça de alho moída
1 pimentão verde picadinho
1 raminho de hortelã picadinha
1 raminho de salsinha picadinha
1/2 xícara de farinha de mandioca
1 colher média de sal
1 pitada de cominho em pó

Numa panela, aqueça água e coloque o triguilho e a proteína de soja, deixe hidratar por 5 minutos e depois jogue no escorredor (daqueles de macarrão), vá lavando até a água sair transparente, esprema bem. Agora junte todos os ingredientes, misture bem. Unte uma fôrma e nela coloque a massa, deixe assar até sentir o cheirinho, é rápido, você vai perceber quando nas laterais o quibe desgrudar da bandeja.




  • Sopa de legumes
1 batata em cubos
1 tomate picado
2 raminhos de brócolis
meia cebola picada
2 dentes de alho amassados
1 talo de cebolinha
sal, curry e azeite a gosto
• opcional: arroz a gosto

Coloque numa panela, cubra com água e deixe cozinhar por 20 minutos, aproximadamente. É isso, mais simples impossível! Sopa para dois, sirva com torrada.




  • Torta crudívora do Mitchell
Ingredientes:
1 xícara de castanhas-do-pará
1 xícara de nozes
1 xícara de ameixas secas ou uvas passas
1 colher de óleo de coco
1 pitada de sal

Bater tudo no liquidificador até a massa ficar homogênea. Molde numa fôrma amassando com as mãos. 

Recheio:
1 mamão papaya
1 manga

Bata as frutas no liquidificador e despeje sobre a massa. Decore com frutas frescas ou secas, folhas de hortelã e nozes trituradas. Mantenha na geladeira .




  • Torta salgada da Luciene Cardoso
Ingredientes:
3 xícaras de farinha de trigo (pode ser tudo farinha branca ou 2 de branca e 1 de integral)
2 xícaras de água
1/2 xícara de óleo de milho
1 colher de fermento em pó
sal a gosto e temperos que preferir: gengibre ralado, salsinha, orégano, pimenta do reino...
  
Se usar só farinha branca, coloque na massa um pouco de cúrcuma ou colorau para dar uma corzinha, senão a torta fica muito pálida. Misture todos os ingredientes da massa. Use o recheio que preferir: legumes, PVT, palmito, azeitonas, tomate, ervilhas etc. Unte uma fôrma pequena, coloque metade da massa, despeje o recheio, cubra com a outra metade. 30 minutos de forno médio e está pronta.




  • Tortinha de morango - massa podre vegan
Ingredientes:
500g. de farinha de trigo (pode ser integral)
350g. de margarina 100% vegetal ou gorduta vegetal hidrogenada
meia xícara de açúcar mascavo
meia xícara de água
1 pitada de sal
  
Misture tudo, a massa deve ficar bem moldável, fácil de trabalhar com as mãos. Pode abrir com um rolo, caso for fazer numa assadeira grande. Asse por 10 a 15 minutos, nem precisa untar a fôrma antes. As tortinhas da foto, use pequenas forminhas, abrindo delicadamente a massa com as pontas dos dedos, moldando no fundo da forma. O recheio eu fiz bem simples: bananas maduras batidas no liquidificador com chocolate 100% vegetal derretido; morangos e aveia em flocos para decorar.


Receitas elaboradas por Laura Kim e amigas; qualquer dúvida, por favor entre em contato.



 _________________________________________________________________________________

 

Dicas culinárias

  • Talos e folhas de couve e brócolis, geralmente jogados fora pelos feirantes, são ótima fonte de vitaminas. Podem ser aproveitados em tortas salgadas, também refogados e temperados com cebola e alho, cozidos com arroz e feijão, e caso a quantidade seja bastante, recomenda-se assar em forno baixíssimo e depois triturar no liquidificador para fazer farinha de folhas vitaminada. Essa sugestão é da Dra. Clara Brandão, reconhecida mundialmente pelo desenvolvimento da Farinha Multimistura. Ela provou que com alimentação simples e produtos típicos brasileiros é possível a nutrição adequada em todas as faixas etárias e a preço acessível a todas as famílias, em especial as mais carentes.
  • Descascou o abacaxi e sobrou muita casca? Faça um chá das cascas lavadas e coloque folhas de hortelã ou salpique cravo e canela. Adoçe a gosto.
  • Para não soltar baba do quiabo, basta pingar algumas gotas de limão na hora de refogar.

  • Muitas pessoas não gostam de jiló, mas cozido com algumas fatias de tomate e cebola, e temperado com pimenta-do-reino, fica delicioso.
  • Abóbora pode se tornar um prato principal delicioso se depois de cozida for salpicado bastante alho frito e salsinha. Esse prato, conhecido como Quibebe, é comum no interior de várias cidades do Brasil.
  • Para empanar nuggets de vegetais ou fatias de berinjela: numa tigela coloque farinha de trigo e vá adicionando água aos poucos até dar liga (consistência de creme). À medida que for empanando, vai ser preciso adicionar mais água. Depois passe na farinha de pão (simplesmente pão velho batido no liquidificador). Não é preciso usar ovos, não é necessário gastar dinheiro nem consumir colesterol. Todas as vitaminas presentes no ovo podem ser encontradas no reino vegetal.
  • Batatas fritas assadas - outro jeito de fazer batatas fritas é assando! Sim, fatie-as no formato "palito", unte uma assadeira com óleo ou azeite, e disponhas as batatas já cortadas na frigideira. Eu dou uma salpicada com água nas batatas. Leve ao forno até dourar (você vai sentir o cheirinho bom), mas tem de dourar em cima também, para isso, ponha seu forno para gratinar. Caso seu forno não tenha essa função, vire as batatas do outro lado.
  • Feijão perfeito: se possível, deixe de molho na véspera. Mas se você não fez isso, não tem problema. Escolha os grãos, tomando cuidado para não deixar pedrinhas (muito comum), lave na panela de pressão e cubra com água 1/ 3 a mais da quantidade do feijão. Não ultrapasse mais da metade da panela, o feijão vai subir bastante. Nessa etapa pode colocar talos picados de vegetais para enriquecer. Espere começar a ferver (quando apitar), abaixe o fogo e conte 45 minutos. Após, leve a panela ainda fechada debaixo da torneira de água aberta, não abra a tampa, ela vai abrir sozinha. Volte a panela ao fogo alto sem tampa para apurar o caldo. Com uma coher de pau, pode espremer um pouco do feijão na parede da panela. Enquanto isso, em outra panela, refogue alho moído (na quantidade que desejar) até dourar, então jogue na panela. Tempere a gosto: sal, pimenta-do-reino, salsinha picadinha, cominho. Delicioso!


_________________________________________________________________________________



 
Livros de receitas vegans:













 _________________________________________________________________________________




Blogs deliciosos de receitas vegans:




Próxima página: Restaurantes Veganos

49 comentários:

graciela disse...

Amei a página... eu vi um vídeo sobre veganismo e resolvi adotar a prática, pois amo os animais e achei inadmissível o que fazemos para obtermos a carne (isso eu já imaginava,mas nunca tinha visto), o leite e etc...,mas não tinha ideia de como substituir o pão, os ovos...Obrigada...Vou começar a praticar essa novidade...Abraços!

Laura Vegan disse...

Oi Graciela! Parabéns por sua atitude! Na verdade é assim mesmo, a gente não tem ideia de como são as coisas, como fazer prá substituir... mas uma vez que a gente aprende, você vai ver como é fácil ser vegan! Desejo sucesso a você e estamos aqui para compartilhar informações! Abraços

ntozei disse...

Oi, por favor, no bolo de chocolate, as colheres são de sopa? Inclusive a de fermento? Obrigada.

Laura Vegan disse...

Olá ntozei, na verdade não sou muito perfeccionista, então uso qualquer colher: às vezes de sopa, às vezes de sobremesa. Sinto não poder responder do jeito que você queria. Mas pode fazer a experiência que dá certo! Abraços

Verô! disse...

Muito legal! Estou pensando em aderir ao veganismo e ando pesquisando sobre o tema. Uma das minhas preocupações era justamente uma possível falta de receitas e uma restrição alimentar muito drástica pois gosto muito de comer. Ontem comi meu primeiro hambúrguer vegano e adorei, uma delícia mesmo, achei mais gostoso do que com carne! Vendo todas essas receitas me deu mais força de vontade para abandonar definitivamente produtos de animais.

Laura Vegan disse...

Oi Verô, que bacana... Eu também tenho prazer em comer, e sabe uma coisa engraçada? Eu não sabia cozinhar antes de me tornar vegan, mas depois, como mágica, tudo que passei a fazer na cozinha deu certo!! Na verdade, seu horizonte alimentar se amplia ao abandonar os resíduos animais; você se alimenta melhor, mais saudavelmente e descobre um mundo de novos sabores e combinações. Fico muito satisfeita que esteja te ajudando e conte conosco no que precisar, ok? Abraços e boa semana!

Gislaine disse...

Parabéns pelo seu trabalho!! Fico feliz por esse auxílio nessa mudança!! Minha dúvida é: fiz o pão - sem- queijo e acho que errei em algo, pois ficou murcho, encharcado e transparente! Será que devo aumentar a batata ou diminuir o óleo?
Bjssss

Laura Vegan disse...

Gislaine, grande satisfação saber que pude ajudá-la um pouco! Quanto à receita, conforme você descreve, com certeza deve diminuir o óleo e também diminuir um tiquinho a batata. Vou tentar fazer ume medida melhor e corrigir a receita, porque "3 batatas"... realmente não é fácil! Sucesso e beijos!!

Veganinha disse...

É por esse olhar da vaquinha do background que sou vegana, olha que coisa mais fofa.

As receitas estão deliciosas, e essas fotos dão água na boca! :D

Laura Vegan disse...

Maravilha, Veganinha! Também me tornei vegan pelos bichinhos inocentes e puros, sem me importar se um dia voltaria a comer chocolate, hamburger ou sorvete. E prá você ver que o Veganismo é a opção certa para o ser humano, a gente pode comer de tudo, sem passar vontade! Basta criatividade e vontade de adaptar receitas.

Fico feliz que está curtindo a página. Precisamos mesmo de força e união. Abraços!

DayaneArnaud disse...

Oi Laura,
Decidi parar de comer alimentos de origem animal ha apenas 6 dias.
Como uma carnivora nata (que ve uma vaquinha e pensa logo em churrasco) eu te digo obrigada por fazer esta pagina, pois me da muitas opcoes de alimentos e vai evitar que eu tenha uma recaida.
Ja sobrevivi ao primeiro churrasco e fiquei no pao com alho |o|. Nessa semana comi arroz cateto integral com alga kombu, risoto de cogumelos, feijao, arroz vermelho e salada e, sempre que pude fui a um restaurante, mas eu gosto mesmo e de cozinhar e se eu tiver opcoes, acredito que posso me manter vegana.
Obrigada pelas receitas, vamos que vamos!!!

Laura Vegan disse...

Olá Dayane! Parabéns pela decisão! Conte sempre com a gente para trocas de experiências e tirar dúvidas em geral. Estamos aqui para ajudar.
Tanto em restaurantes ou em casa mesmo, há infinitas combinações de alimentos vegans, basta querer e usar criatividade! Beijão e força!

Carolina Rodrigues disse...

Que maravilha este site! Depois de 12 meses como vegetariana, quero dar o próximo passo: ser vegana pra sempre! É tão possível e ideal que as pessoas ainda pensam que nós que somos doidos por sermos "anti social" quando falamos que não vamos comer/consumir nada de origem animal. Que ironia, querer salvar animais e o planeta é ser anti social mesmo!

Laura Vegan disse...

Oi Carolina, parabéns pela decisão! É fácil ser vegan, basta querer! Qualquer dúvida, estamos aqui para dar a maior força.

Nunca dê atenção para comentários alheios, principalmente quando você sente no seu coração que sua decisão é a certa para você e para o mundo!

Abraços

artesanato disse...

Caramba, ainda bem que existem pessoas com esse propósito. Acabei de assistir a um vídeo sobre veganismo e fiquei imaginando como poderia adaptar minha vida a essa nova forma de existir. Parabéns, vocês são puro amor!!!! Achei as receitas fáceis e bem atuais!

Laura Vegan disse...

Artesanato: ser vegan é fácil! Tente por um dia e você vai ver. Você também pode inspirar pessoas. Obrigada pelas palavras de força. Abraços e ótimo fim-de-semana!

Lia disse...

adorei as receitas, sou vegetariana ha varios anos, mas agora, quero tornar-me vegan, entao estou pesquisando aqui e ali, lendo e procurando informar-me antes de dar " o primeiro passo"..rs rs rs é dificil separar do queijo, do iogurte, do pao de queijo, do chocolate que estou acostumada, mas quero realmente tornar-me vegan e ter uma alimentaçao mais saudavel, obrigada pelas receitas! um grande abraço

Laura Vegan disse...

Lia, que bacana, você vai ver que é mais fácil do que imagina ser vegan! Estamos aqui para ajudar no que precisar. Grande abraço! Parabéns pela decisão!

Anônimo disse...

É engraçado os veganos ter que explicar por que NAO comen carne...

Para produzir um Kg de carne se consome 12.000 litros de agua.

Se colocan na atmosfera o CO2 equivalente a 160 km recorridos por um carro medio.

A principal causa de morte e infarto cardiaco, asociado ao colesterol que só é achado em alimentos de origem animal.

Num hetaré de terra é possivel produzir 280 kg de carne contra 12.000 de feijao.

Não é quem come carne quem deveria explicar por que???????

Tak Taakkaat disse...

Vlwww, demais galera! s2

Felipe disse...

Laura,

Olá! Eu tentei fazer o bolo de chocolate vegan, mas ficou muito mole, e muito branco. Por que será que isso acontece?

O leite condensado de soja é daquele jeito mesmo? Eu fiz, ficou com um gosto muito ruim, o extrato de soja incomodava.

Abraços!

Laura Vegan disse...

Olá Felipe!

Verifique se comprou achocolatado no lugar de chocolate ou cacau em pó, há uma grande diferença, achocolatados contêm açúcar, enfraquecendo a qualidade final.

Leite de soja ou extrato de soja em pó tem de ser de boa qualidade, se não compromete a qualidade da sobremesa ou bebida. Evite comprar os muito baratos, pois te deixam insatisfeito com o resultado final.

Abraços

Laura Vegan disse...

Felipe, se o bolo ficou muito mole, é porque a massa necessitava de um pouco mais de farinha de trigo para chegar no ponto ideal.

O ponto ideal é quando a massa fica cremosa, sem ficar dura de mexer com a colher, e também não pode ficar mole, virando muito rapidamente no canto da bacia.

IHARA disse...

OI É D+ ESSE SITE SÓ NÃO ENTENDI OS NUGGETS EU POSSO COLOCAR 1 BATATA 1 CENOURA E O BROCOLI? OU SÓ PODE USAR 1 VERDURINHA? ABRAÇOS

Laura Vegan disse...

Ihara, olá!

Você pode misturar tudo se quiser, também fica ótimo, mas originalmente seria para usar:

1) para nugget de legumes: batata e cenoura cozidos

OU

2) para nugget de brócolis: brócolis

OU

3) para nugget de soja: massa de soja

separadamente.

Garanto que de qualquer jeito fica um sucesso! Abraços

IHARA disse...

Eu fiz com batata cenoura brocolis e arroz to assando agora ficou lindo, vamos ver ......obrigada amei as receitas fica meu email qualquer novidade me avisa beijos e beijos

iharars@uol.com.br

Anônimo disse...

Meu,parabéns,mas fiz esse pão vegano e não ficou muito gostoso não,ficou com gosto de farinha...Eu coloquei uma colher de açucar e uma rasa de sal,mas será que eu fiz algo errado?
Mesmo assim,eu gostei do pão,valeu!

Laura Vegan disse...

Anônimo, é para o pão ficar com gosto de pão caseiro, inundando a casa com aquele cheirinho de coisa boa... não é para ficar com gosto de farinha. Será que talvez a água estava morna demais? Ou fria demais, perde a ação do fermento. Farinha guardada muito tempo também não é bom usar. Dependendo da temperatura do dia, tem de deixar crescer várias horas, assim o fermento age melhor, apurando o gosto. Espero ter ajudado, se não, por favor volte a me contatar!
Abraços

gabi disse...

eu fiz os cookies e ficou MAAAAAAAAARRRRRRRRRRAAAAAAAAAVILHOSO ... parabéns pelo site, amei ...
bjusss gabi ;)

Laura Vegan disse...

Maravilha, Gabi!! Beijos

Débora disse...

Olá...
Adorei ás receitas desse site!Faço umas misturas lá em casa que dão certo.Sou vegetariana a um pouco mais de um ano.Uma coisa que sempre faço,é copiar receitas e no lugar da carne coloco vegeta.Sempre dá certo,e fica uma delícia!
BJS

Laura Vegan disse...

Demais, Débora, amei seu entusiasmo! É assim mesmo, improviso com vegetais e tudo dá certo. Beijos

Sofia Sterzi disse...

Oi Laura, sou eu Sofia q fiz um curso básico com vc! Estou fazendo os cookies agora e queria saber qto tempo eh pra deixar a massa no congelador antes de tirar e cortar as fatias! Obrigada!

Laura Vegan disse...

Oi Sofia!! Eu costumo deixar pouco tempo, até a massa ficar mais dura! Acho que não precisa deixar muito tempo não, é só para ficar mais firme para cortar. Beijos

RENASCER ! disse...

Amodorei esse site e irei fazer muitas comidinhas e depois farei os devidos comentarios.Obrigada por participar.Jinhos

Anônimo disse...

Foi maravilhosa as receitas e as dicas da Laura .... Parabéns pelo trabalho....bjs Simone

Anônimo disse...

Foi maravilhosa as receitas e as dicas da Laura .... Parabéns pelo trabalho....bjs Simone

Ivone disse...

delicias...
apenas troque or farinhas sem gluten....a industria da doença criou essa cola ,ruim pro intestino e cia

Valéria Moretto disse...

Amei o site, já me tornei seguidora. Tudo explicado com muita clareza,os textos, as receitas. Me inspirou muito.

Clara Vieira disse...

sempre quiz ser vegetariana, mais nai achava que seria tao correto, ontem assisti a uma intrevista que passou no altas horas, e me inspirei muito, eu ja comecei hoje, ja me sinto uma Vegana, o site e perfeito, adorei as receitas!!

Ivone disse...

prefira soja organica, trigo sarraceno, sem gluten.....hoje comi uma feijoada , refogado, e salada tudo vegano....delicia

Ivone disse...

hoje comi uma feijoada, refogado de legumes, salda tudo vegano...delicia
...evite soja transgenica,prefira a organica...farinha sem gluten

Bruno Marugan disse...

Nossa, fiz 3 dessas ao longo da semana e ficaram maravilhosas!!!

Gostei demais. Um bom acompanhamento pra torta salgaa Lucilene Cardoso é um bom suco AdeS de maçã. Hmmm!

Parabéns pelo post!!!

Anônimo disse...

Não sou vegana, mas adorei as receitas!! =) Vou fazer! o/

Sofia disse...

Fiz o pao de queijo, cresceu bastante, o sabor e Bom, mas alguma coisa deu errado, pois abaixou e ficou uma plasta, parecia uma goma, nao foi possivel comer. Por que?

Laura Vegan disse...

Sofia, forno muito alto ou utilização de grelha inferior assam rapidamente mas não permitem o cozimento do alimento. Tente assar em forno não muito quente, ou então na prateleira superior do forno.

Anônimo disse...

Já era vegetariana, e achei que seria fácil tirar os derivados tbm, mais estou em um processo de adaptação meio difil, e com essas receitas sei que vão me ajudar muito, obrigada de sz.

Laís Cristina disse...

Parabéns pelo Blog!
Sou vegana e fico feliz por ver cada vez mais o veganismo conquistando espaço em prol dos animais e de um mundo mais justo.


Anônimo disse...

Parabéns pelo Blog!
Estou tentando fazer uma re-educação alimentar e encontrei dicas bastantes proveitosas.
Um abraço!