TESTES EM ANIMAIS





Sabia que quase todos os xampus vendidos em farmácias e supermercados passam por testes em animais? Afinal, o que isso significa?

São testes laboratoriais realizados em animais vivos: cachorros, gatos, ratos, macacos, coelhos, etc. Os experimentos são feitos sem anestesia, provocando morte; quando isso não acontece, o animal é executado mesmo assim.

Coelhos forçados a ingerir cosmético ou outro componente durante 30 dias, em seguida mortos e dissecados; testes de toxicidade em ratas grávidas e seus fetos; testes de sensibilidade com substâncias químicas em pele raspada de coelhos; gatos são utilizados em testes neurológicos, muitas vezes mantido em total isolamento do nascimento à morte; macacos forçados a fumar; cães sadios mutilados em cirurgias; e por aí vai, infelizmente!


Algumas consequências

A vivissecção mais erra do que acerta. Clioquinol, Eraldin, Opren, Zomax e outros medicamentos foram retirados das farmácias após causarem cegueira, paralisia e morte em humanos, após testados e aprovados em ratos, gatos, cães e coelhos. Talidomida foi amplamente receitado para mulheres grávidas contra náuseas; seus devastadores efeitos: malformação fetal dos membros.


Você pode mudar isso!

Compre produtos não testados em animais: procure na embalagem a frase "não testado em animais" ou algum selo de certificação como Vegan Society, PETA ou Certificado Vegano nacional.





Não compre produtos de empresas que praticam testes em animais! Confira se sua marca favorita está nessas listas:


Empresas que testam em animais: Bic Corporation, Cândida/Q'Boa, Clorox, Colgate Palmolive, Elizabeth Arden, Estee Lauder, Glaxo Smith Kline, Johnson&Johnson, L'Occitane, L'oreal, Mary Kay, Maybelline, PfizerProcter&Gamble, Reckitt&Benckiser, ReNu Bausch&Lomb, Schering-Plough, Unilever (lista da PETA), é recomendável NÃO comprar produtos dessas empresas.

A União Europeia aprovou em 2009 uma legislação que proíbe testes de cosméticos em animais, bem como Índia, Nova Zelândia, Israel e Noruega.


TESTES PROIBIDOS NO BRASIL

São Paulo é o primeiro Estado brasileiro a proibir testes em animais. A Lei 15.316 de 2014 garante a proibição do uso de animais no desenvolvimento de cosméticos, perfumes e produtos de higiene pessoal, prevendo multa por animal utilizado, para a instituição e estabelecimento de pesquisa que descumprir a lei, e em caso de reincidência, o valor da multa dobra. O estabelecimento terá a suspensão temporária do alvará de funcionamento e em casos de reincidência, a suspensão definitiva.


Atenção, aluno!

Você não é obrigado a participar de aulas com experimentação animal. Lute por seu direito de OBJEÇÃO DE CONSCIÊNCIA!

Troque informações sobre alternativas aos testes em animais com pessoas do mundo todo: www.interniche.org e www.www.pcrm.org.


Saiba mais

Literatura:

Vìdeo:


"Experimentação Animal não faz sentido. A prevenção de doenças e o lançamento de terapias eficazes para seres humanos está na ciência que tem como base os seres humanos."
(Instituto Nina Rosa)


Texto: Laura Kim

Fonte:
  1. Alternativas ao uso de animais vivos na educação - Sérgio Greif
  2.  PETA 
  3.  Instituto Nina Rosa
  4. Governo de São Paulo